MENSAGEM DE INDIGNAÇÃO

Data: 28/05/2013

Na Sessão Ordinária do dia 20/05, o Presidente Moacir dos Santos manifestou-se acerca do atendimento no Hospital Dr. Waldomiro Colautti prestado á população de Presidente Getúlio. Na oportunidade foi determinado o encaminhamento de expediente conforme segue:

A CÂMARA DE VEREADORES DE PRESIDENTE GETÚLIO/SC, por seu Presidente o Vereador Moacir dos Santos, vem por meio deste manifestar sua INDIGNAÇÃO diante dopéssimo e grosseiro atendimento cometido por alguns  profissionais médicos do Hospital Dr. Waldemiro Colautti dispensados ao cidadãos e cidadãs Getuliense que recorrem àquela casa de saúde. È com profunda revolta que nos manifestamos acerca de um assunto de estrema importância e necessidade para a população não só de Presidente Getúlio, mas de toda nossa região, os quais são humilhados e menosprezados, segundo depoimentos destes,  em razão de ser residentes de PRESIDENTE GETÚLIO e NÃO "IBIRAMENSES", isto porque, muitos dos profissionais médicos e atendentes auto intitulam o Hospital Dr. Waldomiro Colautti de HOSPITAL DE IBIRAMA, quando na verdade o mesmo é Estadual, ou seja, de todos os catarinenses.  Revoltante é saber que,  justamente, nos momentos mais difíceis de suas vidas, cidadãos e cidadãs, principalmente de Presidente Getúlio, acometidos de alguma enfermidade recorrem ao Hospital de Ibirama na certeza de também serem atendidos com o mínimo de dignidade como aqui são tratados os ibiramenses, estes são tratados com desprezo e indiferença.  Um exemplo concreto dentre dezenas de reclamações e depoimentos relatados, citamos o mau atendimento e humilhação por parte do Dr. Hugo R. M Cardoso - CRM/5684, contra o Senhor Odirlei Conte (cidadão getuliense que autorizou a divulgação do nome) ocorrido em 09/05/2013, que, tamanho foi o martírio sofrido que  "esqueceu" de registrar BO junto a Delegacia de Polícia, mas que em se repetindo será feito o registro policial.  E, por falar em Delegacia de Polícia, outro exemplo gritante, foi o relato de um Bombeiro Voluntário de nossa cidade, de que o paciente somente foi "atendido" pelo médico de plantão após a ameaça de registro de Boletim de Ocorrência, o que configuraria "omissão de socorro". O motivo? "PORQUE ERA DE PRESIDENTE GETÚLIO". O que nos angustia e revolta é que este tipo de comportamento para com a população getuliense vem ocorrendo e se repetindo desde longa data, meses após meses é o mesmo tormento, a ponto de adotarmos decisões e medidas extremas no intuito de reverter este quadro insano. Diante do que foi exposto, nós, do Poder Legislativo de Presidente Getúlio, a partir deste momento EXIGIMOS RESPEITO e ATENDIMENTO HUMANIZADO  para com a população getuliense. Urge esclarecer que o expediente está sendo enviado para os representantes do Ministério Público da Comarca de Presidente Getúlio e Ibirama e para o Diretor do Hospital Waldomiro Colautti, para providências cabíveis.